Seu streaming brasileiro de Rock!
Bandas

Conheça a mistura do rock n’ roll da banda Liférika

3 min leitura

De Taboão da Serra, na grande São Paulo, vem a Liférika, um power trio que traz o melhor do rock n’ roll em seu som.

A banda, formada em 2011, conta com Diego Oliveira (voz e guitarra), Adriano Nascimento (baixo e backing vocal) e Daniel Zanella (bateria), e vem trilhando um caminho consistente dentro do independente nacional.

Liférika

Adriano, Diego e Daniel, formam a Liférika. (Foto: Divulgação)

Com influências que vêm desde o rock n’ roll dos anos 1950/60, passando pelo hard rock e pelo punk e suas vertentes, a Liférika demonstra um trabalho bem sólido e interessante, conversando com diversos públicos. Não à toa, o trio circula com facilidade em eventos com bandas de estilos diversos e sempre mostrando muita competência em suas apresentações.

Ouvindo o trabalho do grupo, é possível enxergar todas essas influências em momentos distintos. Isso faz com que cada canção tenha uma identidade própria, mas sem deixar de ter uma unidade quando ouvidos em conjunto dentro dos álbuns.

No instrumental, as bases, riffs e solos de guitarra dão o caminho para a cozinha conduzir o som. Nesse quesito, vale destacar a criatividade de cada um dos membros nos registros da banda. As construções das seis cordas são envolventes e chamam a atenção desde a primeira audição. Contudo, ao colocar mais atenção em cada som, é possível ver as boas linhas de baixo e as dinâmicas interessantes de bateria que dão o plano de fundo que a guitarra possa ganhar esse destaque.

Nas letras a banda fala sobre a vida por vários prismas diferentes, tratando desde relações interpessoais e amores, passando pela vida na noite e curtição, até questões sociais. É notável que há na Liférika a preocupação em passar suas mensagens nas músicas e não apenas jogar frases soltas e isso se traduz em letras que causam identificação ao ouvir.

PRODUÇÕES

O grupo possui dois álbuns full lançados. O primeiro, autointitulado “Liférika”, foi lançado em 2015 e possui 12 canções.

Gravado com a primeira formação da banda, o trabalho mostra a pluralidade das influências do grupo, o que pode ser notado, inclusive, com os dois videoclipes lançados para esse trabalho, das músicas “Em Sã Consciência” e “Memória”.

A primeira, uma boa mistura entre o punk rock mais tradicional e cru, misturado com um pequeno veneno do Hard Rock e do Glam. Na letra uma história sobre relacionamentos destrutivos, que é ilustrada de forma direta no clipe.

Já a segunda, traz a banda para as raízes do rock n’ roll, com muita qualidade, com destaque para a linha de baixo, que dá um groove muito legal ao som. O vídeo, que se utiliza de jogo de luz e sombras em preto e branco é uma produção muito bacana e que mostra, também, a criatividade da banda para criar produtos além da música.

No segundo disco, “Sem Nenhum Medo de Apostar”, de 2021, a banda mostra uma nítida evolução em seu trabalho. Com oito canções, o álbum apresenta um ótimo potencial com boas letras e muito bem produzido.

Atrapalhado pela pandemia, o disco foi lançado com o single “Então, É Isso?”, que ganhou um videoclipe que apresenta o trio tocando ao vivo em uma locação que parece um prédio abandonado.

Com sua última formação fechada no começo de 2022, a Liférika já prepara os materiais de um novo trabalho para ser apresentado num futuro próximo.

Este mês batemos um papo com o baixista Adriano Nascimento na live da Tribhus. Confira no nosso Instagram esse papo!

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.