Seu streaming brasileiro de Rock!
Bandas

Conheça o peso e a revolta da banda Muqueta na Oreia

2 min leitura

Um nome forte e impactante é o primeiro passo para chamar a atenção do público e a Muqueta na Oreia, certamente, levou isso ao pé da letra para criar seu nome. Afinal de contas, quem já tomou uma “muqueta na oreia” sabe como é o impacto e é esse tipo de peso que a banda traz em seu trabalho.

Muqueta na Oreia

Integrantes da banda Muqueta na Oreia. (Foto: Divulgação)

O quarteto da cidade de São Paulo é formado por Ramires (voz e percussão), Bruno Zito (guitarra), Cris (baixo) e Henry (bateria). Na identidade de seu som, a banda traz muitos elementos presentes no metal e hardcore, mas não é apenas isso. Com muito sarcasmo e críticas sociais, a Muqueta apresenta suas mensagens em português claro e direto.

O som raivoso do Muqueta na Oreia é intensificado pelo vocal gutural de Ramires que dispara com energia e ímpeto, mas sem deixar de ser compreensível. O que é uma grande qualidade já que, muitas vezes, bandas com a mesma proposta são praticamente incompreensíveis em uma audição menos atenta.

Outro detalhe que chama a atenção no som do grupo são os riffs fortes e marcantes da guitarra somados ao trabalho coeso da cozinha. A combinação preenche completamente o som, criando uma verdadeira parede sonora que ataca a cada palhetada e batida de bumbo.

Com mais de 10 anos de estrada, a banda ganhou destaque no cenário independente com seus dois primeiros discos “Lobisomem em Lua Cheia” (2010) e “Blatta” (2013). Esses trabalhos levaram a Muqueta a figurar em grandes eventos ao lado de nomes já consagrados do rock nacional, como Korzus, Raimundos, Made in Brazil, Dead Fish, Claustrofobia, Project 46, entre outras.

Muqueta na Oreia ao vivo

Apresentação ao vivo da banda Muqueta na Oreia. (Foto: Dani Moreira)

Novidades

Em 2019, o Muqueta lançou dois singles, “Samba de Maria” e “Sangue no Zóio”. O segundo deles, com participação do guitarrista Antonio Araújo (Korzus). Ambos podem ser ouvidos no app do Tribhus.

Destaque nesses lançamentos, o single “Samba de Maria”, faz uma crítica sobre a situação de desigualdade e abandono que vivem diversos brasileiros, principalmente, as mulheres. Além disso, outro ponto interessante, é a participação do Bloco de Carnaval Cachorro de Selva, de Taboão da Serra (SP), na gravação da música.

Em 2020 a banda lançou mais dois singles que ganharam destaque com vídeos. O primeiro, chamado “Revolta”, fala sobre o duro cotidiano do povo brasileiro e do descaso governamental e ganhou um lyric video.

Já o último, “Zumbi das Trevas”, é uma visão apocalíptica e sangrenta do mundo. O som foi lançado em setembro com um video clipe, onde é possível ver todo ímpeto e presença dos membros da Muqueta na Oreia.

Além dos lançamentos, a banda aproveita este momento de pandemia e paralisação de shows, para se conectar ao público com lives. Inclusive, participará da primeira live do Tribhus, na quinta-feira (29/10) às 19h na nossa página do Facebook.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *