Seu streaming brasileiro de Rock!
Bandas

Steel Tigger busca raízes do rock n’ roll em trabalho autoral

1 min leitura

Guitarras distorcidas, velocidade e uma vibe hard rocker genuína, essa é uma breve descrição de como podemos sentir o som da Steel Tigger.

O quarteto de hard rock de Criciúma (SC) nasceu em 2018 com a missão de buscar em algumas das raízes do rock n’ roll a identidade de seu próprio som.

Formada por Jhack Andrade (guitarra solo), Charlie Sidrov (bateria), Diow Jone (baixo) e Lucas Stone (guitarra base), a Steel Tigger faz um ótimo trabalho instrumental. Com pegada hard rocker, o som foca em riffs e timbres de guitarra com vibe oitentista, e ótimas linhas de baixo, que mantém a cozinha sólida com a bateria. Completando o trabalho da banda, os vocais estridentes dão o tom final de um bom conjunto.

PRODUÇÕES

Lançado este ano, o EP de estreia da banda “Bar, Guitar, Rock & Dirt” possui duas músicas e mostra bem por onde o grupo circula.

A música que abre o trabalho é “Enter Code”, um som mais pesado que traz muito das bases da origem do hard rock, no fim dos anos 1960 e início dos 70, onde ele e o heavy metal ainda se misturavam. Tanto que há um “que” de Led Zeppelin no som, mas numa espécie de mistura com Mötley Crüe.

Já em “Lonely Drunker”, o som avança alguns anos e vai para uma mistura de glam rock com hard rock. Com arranjos interessantes, inclusive a inserção de um teclado, a música ainda tem a pegada agressiva, mas ganha um aspecto mais pop, que enrique em muito o som.

O EP teve produção de Iuri Harrison, que também é o responsável pelos vocais das duas faixas, e foi gravado nos estúdios Teddy Song’s Studios e Instituto Musical Gilson Naspolini (IMGN).

Atualmente a banda prepara seu primeiro disco full, com previsão de lançamento para janeiro de 2022.

A Steel Tigger é uma das convidadas do Tribhar de setembro. A live rola dia 28, às 19h no Facebook da Tribhus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *